Diferença de Pré-poo (pré-shampoo) x umectação.

Olá! Tudo bem?
Bom, eu sempre ficava confusa quando algumas meninas diziam que faziam pré-poo, outras umectação e ainda outras diziam que era tudo a mesma coisa.
Eu não sou profissional da área. Sou apenas uma curiosa e tudo aquilo que pretendo fazer no meu cabelo, procuro pesquisar antes para obter um maior conhecimento e aproveitamento melhor da técnica.
Talvez, muitas meninas discordem deste meu post, mas aqui estou dando minha opinião e por isso digo: pré-poo (pré-shampoo) e umectação não são as mesmas coisas! Podem ser métodos muito parecidos, mas não a mesma coisa.
 
E então, o que é umectação capilar?

É um processo milenar (conhecido como Indian Head Massage ou Champi), que até hoje é muito utilizado, principalmente pelas indianas e consiste em aplicar óleo de origem 100% vegetal, puro (e morno) no cabelo seco, massageando o couro cabeludo, e depois espalhando o óleo pela extensão dos fios, deixando agir por algumas horas antes da lavagem.  

Quando eu era criança, lembro que muitas vezes minha avó, que hoje tem 84 anos, aquecia óleo para passar no meu cabelo. Ela chamava de banho de óleo e dizia que funcionava no cabelo só se fosse morno e com massagens.

E o que é pré-poo (pré-shampoo)?
É quase o mesmo processo da umectação, com tempo de ação mais curto, aonde você pode misturar o óleo vegetal com alguma máscara de hidratação, leite de coco e até mesmo condicionador sem silicones, petrolatos ou parafina, espalhando pela extensão dos fios e deixando agir por no mínimo 30 minutos antes da lavagem.

Muitas pessoas que fazem umectação não usam óleo morno, e muitas vezes não massageiam o couro cabeludo e outras que fazem pré-poo, massageiam o couro cabeludo. Os métodos acabam se misturando, pois cada pessoa entende de um jeito e se utiliza do método que faz mais efeito em seu cabelo. 

Ambos métodos deixam os cabelos saudáveis, melhora a elasticidade, hidratação, maciez, brilhos, diminuem o frizz, ressecamento do cabelo e até pontas duplas. 



Porém, acredito que a umectação, feita do jeito tradicional (óleo vegetal puro, morno e massageado no couro cabeludo) tem um efeito mais duradouro e trata muito melhor o cabelo, pois somente o couro cabeludo consegue absorver nutrientes. 

Explico:
O fio de cabelo é dividido em três camadas. 
Cutícula – camada externa.
Córtex – camada intermediária
Medula – camada central.

Com exceção de algumas células que crescem na base da raiz, o cabelo é um tecido morto (é por isso que quando cortamos não sentimos dor) composto basicamente da proteína queratina (de 65% a 97%), como nossa unha. Um cabelo quando perde queratina, não consegue regenerar esta queratina perdida e também não consegue absorver nutrientes. A cutícula (parte externa do cabelo) retém por algum tempo uma porcentagem de nutrientes, aminoácidos, vitaminas e água que depositamos sobre ela (através de produtos cosméticos que usamos). Quando a cutícula está muito aberta (porosidade alta) esses nutrientes depositados são perdidos mais rapidamente e quando está muito fechada (porosidade baixa) esses nutrientes nem se depositam.
Quase todos os produtos cosméticos existentes como as máscaras, cremes para pentear e shampoo anti-caspa, agem somente nessa parte externa (cutícula), protegendo os fios das agressões externas (como sol, vento, poluição), das ações mecânicas (como secador, chapinha, jeito de prender e pentear) e processos químicos (relaxamentos, colorações, etc). Eles atuam como seladores, fechando estas cutículas (ou escamas). Este selamento ajuda a manter a água dentro do fio, deixando os cabelos mais hidratados, brilhosos e macios. É por isso que quando usamos máscaras adequada a nosso tipo de cabelo, sentimos uma diferença na maciez, no brilho e hidratação e quando deixamos de utilizar, sentimos a porosidade.
O cabelo nasce no folículo piloso. Na base do folículo piloso existe a papila dérmica (é por isso que quando puxamos um fio do couro cabeludo sentimos dor). Esta papila é alimentada pela corrente sanguínea que leva nutrientes para produzir novos cabelos. 
 

A massagem feita no couro cabeludo, melhora a circulação sanguínea facilitando o transporte de nutrientes e oxigênio para o folículo piloso, estimulando o crescimento, diminuindo queda, revitalizando os fios, e faz com que o cabelo absorva melhor qualquer outro tratamento, como por exemplo, uma hidratação (sem contar que uma boa massagem relaxa, combate estresse, cansaço, regulariza sono e até funções intestinais). 


O pré-poo ajuda a proteger a cutícula (camada exterior) do cabelo, retendo água e diminui a ação do shampoo (principalmente com sulfato) enquanto que a umectação vai além disso: estimula o folículo piloso a produzir novos cabelos e manter os existentes nutridos, hidratados e fortalecidos.

 
Por esse motivo eu vejo como dois métodos muito parecidos, não iguais!
 
Faço uso dos dois métodos: Uma vez no mês umectação e quinzenalmente pré-poo. 
Tem um vídeo bem legal de como faço o meu pré-poo. Clique aqui!

Agora que você já sabe a diferença, para manter seus cabelos em constante equilíbrio, hidratado e nutrido, alimente-se bem, beba muita água e faça massagens em seu couro cabeludo. Você com certeza, notará a diferença!
Fonte: http://www.terractiva.com.br/saiba_mais.htm
Fonte: http://lucianaweb.com/blog/beleza-e-saude/estrutura-capilar/ 
Fonte: http://www.dicasdemassagem.com.br/champi-a-maravilhosa-massagem-na-cabeca